Crush em Hi-Fi

Música, trilha sonora, CDs, discos, DVDs, mp3, wmas, flac, clipes, ruídos, barulho, sonzera ou como quer que você queira chamar.

Arquivo para a tag “Soul”

Os maravilhosos samples obscuros que Moby usou em seu disco “Play”, de 1999

MobyPhase2-1

Em 1999, Moby lançou seu elogiado disco “Play”, o quinto de sua carreira. O álbum chamou a atenção por ter todas as canções licenciadas pelo artista para utilização em comerciais e trilhas sonoras. Ou seja: Moby dominou as paradas e aparecia inclusive nos intervalos comerciais.

Vale a pena garimpar atrás dos samples que Moby usou nas músicas. Muitos deles saem diretamente de gravações antigas e obscuras de soul, blues, gospel e jazz.

“Natural Blues”, lançado como single em 2000 acompanhado por um divertido clipe em animação, foi um dos maiores hits do disco.

Vera Hall gravou “Trouble So Hard” em 1959 no disco “Sounds of The South”. Nascida em 1902 no Alabama, Vera era uma cantora de Folk que cresceu em Livingston e ganhou exposição nos anos 30 com sua voz poderosa.

“Bodyrock”, hit que virou single em 1999 e apareceu até em trilha de Fifa Soccer, veio do finalzinho de “Love Rap”, de 1980, de Spoonie Gee and The Treacherous Three. Você ouve a letra aos 5:32 da música.

“Find My Baby”, último single do disco, foi lançado em fevereiro de 2001, com um clipe cheio de bebês superstars.

A voz do hit veio de “Boy Blue”, um blues incrível de Joe Lee’s Rock, lançado em 1959 pela Atlantic Records.

O mega-hit deprê “Why Does My Heart Feels So Bad” saiu em novembro de 1999 e fez sucesso com mais um clipe de animação que conquistou os espectadores da Mtv.

De onde veio a voz calejada e cheia de dor? The Banks Brothers and The Greater Harvest Back Home Choir, em “He’ll Roll Your Burdens Away”, lançada em 1963. Mesmo a voz “de mulher” que rola na música do Moby vem dessa música, em uma versão com o pitch alterado.

A colaboração com Gwen Stefani “South Side” saiu em 2000 e difere um pouco do restante do álbum, se aproximando mais de um single pop.

A bateria da música vem do The Counts. Você pode ouví-la na música “What’s Up Front That Counts”, de 1971 (aos 6:40):

Anúncios

Londrinos do newstargazers querem salvar a sua alma da perdição da indústria musical

10945684_638452506258848_9214423046755736853_o

Uma mistura de rockabilly, garage e soul está sacudindo a cena underground de Londres. Formada por Almirante Stargazer (vocais e guitarra), Nacho Heres (baixo), David “Mr. Zoom” Zomeño (teclado) e Rosa Lombas (bateria), o newstargazers quer dominar o mundo e em breve se tornar uma nova referência da cena rocker. Não sou eu que estou dizendo, o próprio Almirante me falou isso!

Inspirada em nomes como Otis Redding, The Rezillos, Del Shannon e The Gories (especialmente o The Gories), a banda une a sujeira do garage rock, a energia do soul e o ritmo do rockabilly em um som dançante e divertido. Conversei com o band leader Almirante Stargazer sobre a cena underground londrina, sonhos com William Shatner e como a indústria musical pode roubar a sua alma:

– Como a banda começou?

Eu sou amigo do Nacho desde a faculdade. Estávamos sempre tocando em bandas diferentes e pensando em tocarmos na mesma. Eu estava vivendo em Madrid em 2013, mas pensando em um novo começo para minha vida. Nacho estava vivendo em Londres e eu decidi ir pra lá também e dar uma chance! Formamos a banda com a ajuda do fabuloso David Zoom e um monte de bateristas diferentes. Depois de três bateristas, ficamos com a talentosa Rosa Lombas, a mais simples e poderosa baterista de todos os tempos! Depois de ensaiarmos por um ano, a banda ficou pronta. Começamos a tocar em Londres com um ideia clara: estamos dando nossa cara para o rockabilly para levá-lo a uma nova dimensão.

– Quais as suas principais influências musicais?

Del Shannon, Gene Vincent, Johnny Kidd, Otis Redding, Johnny Burnette, The Remains, The Rezillos, The Gories, The Gories THE GORIES!!! Aliás, nós chegamos a falar do The Gories?

10911483_642748509162581_8013228074603126453_o

– Pode me falar do que já lançaram até agora?

Temos um EP independente chamado “Monster Songs for Mutant Hearts”. Queremos gravar um novo EP logo, talvez o título possa ser “Mutant Songs for Monster Hearts”. Ainda não sei, mas uma coisa é certa: teremos mais material bom em breve!

– Você acha que o Youtube e a internet em geral ajudam a divulgar bandas pelo mundo?

É possível que o Youtube esteja ajudando novos artistas, mas na verdade você sempre precisa de boas músicas. Se você não tiver boas músicas, está fora. newstargazers só fazem hits. Duvidam? Vão ao nosso Soundcloud, irmãos e irmãs!

– Como é o processo criativo de vocês?

O processo criativo é bem simples; William Shatner, Mick Collins e Del Shannon vêm me ver em meus sonhos e me ensinam como fazer a música. Depois, Nacho escreve as letras. Todas são sobre as aventuras dos newstargazers. Mr. Zoom adiciona seus lindos arranjos de teclado e Rosa coloca sua mistura de sua linda e melódica voz e bateria simples e poderosa. Nós não temos como falhar com esse sistema, Sir!

– Se vocês pudessem fazer cover de QUALQUER música, qual seria?

Nós tocamos algumas músicas do Del Shannon e The Gories. “Keep Searchin’” e “Thunderbird ESQ” estão entre elas. Talvez no próximo show a gente toque apenas músicas desses deuses do rock’n’roll!

10830750_643104319127000_4231545349963092381_o

– Como você definiria o som do newstargazers?

Nosso som é uma mistura de rockabilly rápido, garage sujo e black soul. Isso é o guia newstargazers para fazer músicas dançantes que soam poderosas.

– O que vocês acham das músicas que estão sendo lançadas hoje em dia?

A música é sempre um conceito livre. O problema aparece quando a indústria quer fazer hambúrgueres com música. Quando você é criança, você não tem proteção da indústria. Você acaba ouvindo coisas muito comerciais. Se você tiver a boa sorte de ter bons amigos com bom gosto musical, está salvo. Se não tem essa sorte, sua alma está amaldiçoada. Mas não se preocupe, newstargazers vai salvar suas almas!

– Onde vocês gostariam de ver sua carreira em 10 anos?

É bem possível que sejamos uma referência do novo rock’n’roll.

11083713_667467206690711_1216497017109114937_o

– Fale quais bandas novas chamaram sua atenção recentemente.

Bandas novas? O que é isso? Os newstargazers apenas ouvem The Gories e Del Shannon, o resto não é excitante e perigoso o suficiente para nós! De qualquer forma, às vezes ouvimos outras coisas… Mr. Zoom gosta de uma banda chamada Black Rebel Motorcycle Club. Nacho é fã do Oh!Gunquit e MFC Chicken, talvez as duas melhores bandas da cena underground de Londres. Rosa está ouvindo bastante o novo disco dos Raveonettes. Às vezes ouço a banda revolucionária V8ford. Você pode ouvir a música deles aqui: http://www.viruk.com/v8ford/ Ah, não sei se falei pra você de duas bandas muito boas: The Gories e Del Shannon

Ouça as músicas do newstargazers no Soundcloud dos caras:

O “Robot Rock” do Daft Punk veio diretamente do funk da Philadelphia no fim dos anos 70

Uma das grandes músicas do disco “Human After All” do Daft Punk, lançado em 2005, “Robot Rock” tem um riff que gruda na cabeça mais rápido do que você pode dizer “cucamonga”. É ouvir uma vez e sair cantarolando o riff feito pela dupla francesa o resto do dia.

Um vocoder com os dizeres “robot rock” permeiam a música, enquanto Thomas Bangalter e Guy-Manuel de Homem-Christo tocam como um power duo no clipe:

A música é praticamente toda derivada de “Release The Beast”, da banda Breakwater. A banda de funk e soul veio da Philadelphia e foi formada em 1971, formada por Gene Robinson, James Gee Jones, Linc ‘Love’ Gilmore, Steve Green, Vince Garnell, Greg Scott, John ‘Dutch’ Braddock, e Kae Williams, Jr. “Release The Beast” está no segundo disco do grupo, “Splashdown”, de 1980. Afaste os móveis e dance aí!

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: